10 de set de 2011

Na Flórida, mulher presa diz ser uma vampira

 

"Eu sou uma vampira e vou comê-lo!". Estas foram as últimas palavras de Josephine Smith antes de atacar um mendigo de 69 anos que estava dormindo na entrada de um restaurante abandonado em de St. Petersburg (Flórida, EUA).
A jovem de 22 anos arrancou pedaços de carne do rosto, dos lábios e dos braços da vítima.
Milton Ellis conseguiu escapar da "vampira" e ligou para a polícia.
De acordo com o boletim de ocorrência, antes do ataque Milton convidara Josephine para se juntar a ele enquanto ela esperava por um parente que viria buscá-la.
"Ele achou que seria um bom lugar onde ela pudesse ficar enquanto esperava", contou Mike Puetz, da polícia local.
Presa, Josephine disse não se lembrar do ataque e não soube explicar como foi acabar pelada e coberta de sangue.

Postagens populares

Twitter

 
Cantinho da Mah Morenah | por Templates e Acessórios ©2010